CONVERTEMOS:

CONVERTEMOS:
TEL. (14) 9979 37553 - BOTUCATU-SP

CONHEÇA NOSSO TRABALHO

CONVERSÃO VHS PARA DVD

CONVERSÃO VHS PARA DVD

CONVERSÃO DE VÍDEO PARA DVD

Copiamos suas imagens de vídeo para DVD que podem ser reproduzidos em qualquer aparelho de DVD ou computador e até fazer cópias.
OBS: Nossas gravações são feitas em gravadores de mesa (philips DVD Record) e em mídias (CDs ou DVDs virgens) de qualidade e de marcas confiáveis que tem como resultado imagem e som 30% superior a gravação original. Lembre-se que suas gravações são únicas e por isso possuem valor incalculável. Então o que você está esperando para nos contratar?

NOSSOS PREÇOS:

Até 1 hora de gravação em Fitas VHS (grande) = R$30,00.
Até 1 hora de gravação em Fitas VHS - C (pequena) = R$40,00.
Até 1 hora de gravação em Fitas 8 mm = R$50,00.

obs: O DVD vai em uma caixa acrílica pequena (caixa de cd), com menu impresso com tema e tempo de gravação

CONVERSÃO DE DISCOS PARA CD

CONVERSÃO DE DISCOS PARA CD

DIGITALIZAÇÃO DE LPs (discos) PARA CD

Copiamos seus discos de vinil para CD através de Sistema Digital. O trabalho inclui a remasterização do áudio onde são removidos os ruídos e chiados do som original. Também é feita a equalização do áudio para que se tenha maior nitidez e qualidade sonora.Esse trabalho é aconselhável para o caso de gravações raras ou não encontradas a venda em CDsO formato de gravação pode ser: WAV, MP3, entre outros.
Preço: R$ 30.00 por Lp ou por 14 compactos.
- Incluimos a caixa acrílica ( case) com uma capa contendo a impressão do conteúdo do cd.

AUDIO DE FITA K7 PARA CD

AUDIO DE FITA K7 PARA CD

DIGITALIZAÇÃO DE K7 PARA CD

Copiamos suas fitas cassete para CD através de Sistema Digital. O trabalho inclui a remasterização do áudio onde são removidos os ruídos e chiados do som original. Também é feita a equalização do áudio para que se tenha maior nitidez e qualidade sonora.Esse trabalho é aconselhável para o caso de gravações raras ou não encontradas a venda em CDs ou gravações domésticas, aulas, palestras, etc.O formato de gravação pode ser: WAV, MP3, entre outros.
Preço: R$ 25.00 por fita K-7 ou 1 hora de gravação.
Incluimos a caixa acrílica ( case) com uma capa contendo a impressão do conteúdo do cd.

CÓPIAS DE FOTOS PARA CD OU DVD

CÓPIAS DE FOTOS PARA CD OU DVD

CÓPIA DE FOTOS PARA CD OU DVD

Veja suas fotos na TV, através do aparelho de DVD, ou no seu computador.As fotos são exibidas em seqüência, com intervalo de tempo de 5 a 10 segundos cada e com fundo musical e efeitos entre as fotos, dando mais emoção à apresentação.
Preço: R$ 30,00 por DVD com até 200 fotos.

Enchemos seu Pendrive ou Cartão SD/MiniSd de 2 Gb com suas mp3 preferidas por R$50,00

Enchemos seu Pendrive ou Cartão SD/MiniSd de 2 Gb com suas mp3 preferidas por R$50,00

30 de out de 2010

Glossário

A terminologia multimídia contém terminologia de computador e vídeo. Os termos mais importantes são definidos a seguir. As contra-referências são indicadas por .
720p: Um formato de vídeo de alta definição (HD) com uma resolução de 1280x720 e quadros progressivos (não entrelaçados).
108i: Um formato de vídeo de alta resolução (HD) com uma resolução de 1440x1080 e quadros entrelaçados.
Área de transferência: Uma área de armazenamento temporário compartilhada por todos os programas no Windows, utilizada para suportar dados durante as operações de recortar, copiar e colar. Quaisquer novos dados que você colocar na clipboard, substitui imediatamente os dados existentes.
ActiveMovie: Interface de software da Microsoft para o controle de dispositivos multimídia em ambiente Windows.
ADPCM: Acrônimo para Adaptive Delta Pulse Code Modulation, um método de armazenar informação de áudio em um formato digital. É o método de codificação e compressão de áudio utilizado na produção em CD-I e CD-ROM.
Anti-efeito de escadas: Um método de suavizar pontas denteadas em imagens bitmap. Este é, normalmente, conseguido através do sombreamento das pontas com pixels em cores semelhantes para o fundo, tornando, assim, a transição menos aparente. Outro método de anti-efeito de escadas envolve a utilização de dispositivos de saída com resolução superior.
AVI: Acrônimo de Audio Video Interleaved, formato padrão para vídeo digital (e Vídeo para Windows).
Balanço branco: Em uma câmera eletrônica, este é o ajuste dos amplificadores para os três canais de cores (vermelho, verde e azul) de forma que as áreas brancas da cena não apresentam uma matiz de cor.
BIOS: Acrônimo de Basic Input Output System, que se refere a comandos básicos de entrada e saída salvos em um ROM, PROM ou EPROM.
A tarefa essencial do BIOS é o controle da entrada e saída. Uma vez iniciado o sistema, o ROM-BIOS executa alguns testes.
Bit: Abreviatura de “BInary digiT”, o elemento mais pequeno de uma memória de computador. Entre outras coisas, os bits são utilizados para gravar os valores de cor de pixels em uma imagem. Quantos mais bits forem utilizados para cada 􀀉 pixel, maior será o número de cores disponíveis. Por exemplo:
1 bit: cada pixel é ou preto ou branco.
4 bits: permite 16 cores ou tons de cinzento.
8 bits: permite 256 cores ou tons de cinzento.
16 bits: permite 65.536 cores.
24 bits: permite cerca de 16.7 milhões de cores.
Bitmap: Um formato de imagem feito de uma coleção de pontos ou “pixels” dispostos em filas.
Brilho: Também “luminância”. Indica o brilho de um vídeo.
Byte: Um byte corresponde a oito bits. Com um byte, exatamente um carácter alfanumérico pode ser exibido (isto é, uma letra, número).
Canal: Classificações de informação em um arquivo de dados para isolar um aspecto particular do arquivo. Por exemplo, as imagens de cor utilizam diferentes canais para classificar os componentes da cor na imagem. Os
arquivos de áudio estéreo utilizam canais para identificar os sons dirigidos aos alto-falantes da esquerda e da direita. Os arquivos de vídeo utilizam combinações de canais utilizados para arquivos de imagem e áudio.
Captura por lotes: Processo automático que utiliza uma lista de decisão de edição para localizar e recapturar clipes específicos de uma fita de vídeo, normalmente a uma taxa de transferência de dados mais elevada
do que o clipe foi originalmente capturado.
CD de vídeo: Padrão de CD-ROM que usa vídeos comprimidos MPEG.
CD-ROM: Mídias para armazenamento em massa de dados digitais, tais como vídeo digital. Os CD-ROMs somente podem ser lidos e não gravados:
- ROM é um acrônimo de Read-Only Memory).
Clipe: No Studio, qualquer tipo de mídia que vai para o storyboard ou linha de tempo da Janela do filme, incluindo imagens de vídeo, cenas de vídeo cortadas, imagens, arquivos de áudio e menus de disco.
Codec: Contração de Compressor/Decompressor, - um algoritmo que comprime (compacta) e descomprime (descompacta) dados de imagem.
Codecs podem ser implementados quer em software quer em hardware.
Codec de hardware: Método de compressão que usa hardware especial para criar e reproduzir seqüências de vídeo digital comprimidas. Um codec de hardware pode oferecer uma melhor qualidade de codificação e qualidade de imagem do que um codec implementado completamente no software.
Codec, Codec de software Codec de software: Método de compressão que pode criar e reproduzir seqüências de vídeo digital sem hardware especial. A qualidade das seqüências depende do desempenho do sistema completo.
Codificação Huffman: Técnica usada nos métodos de compressão de dados JPEG e outros em que os valores raramente verificados recebem um código longo, enquanto que os valores constantemente verificados recebem um código curto.
Codificador de vídeo: Converte sinais de vídeo analógico em informação digital.
Código temporal: O código temporal identifica a posição de cada quadro em uma seqüência de vídeo no respeitante ao ponto de início, (normalmente, o início da filmagem). Seu formato habitual é H:M:S:Q (Horas:Minutos:Segundos:Quadros), p. ex. 01:22:13:21. Ao contrário do contador da fita (que pode ser “zerado” ou restaurado em qualquer ponto na fita), o código temporal é um sinal eletrônico gravado em fita de vídeo e é
permanente após ter sido atribuído.
Colheita: Escolher a área de uma imagem a ser exibida.
Compressão: Um método de tornar arquivos mais pequenos em tamanho no disco. Há dois tipos de compressão: sem perda e com perda. Os arquivos comprimidos com um esquema sem perda podem ser restaurados
inalteráveis de seu estado original. Os esquemas com perda deitam fora dados durante a compressão, por isso alguma qualidade de vídeo é sacrificada. A perda de qualidade por ser insignificante ou grave dependendo da quantidade de compressão.
Compressão de imagens: Método para reduzir a quantidade de dados necessária para armazenar arquivos de imagem e vídeo digital.
Cor complementar: As cores complementares são opostas em valor às cores primárias. Se você quisesse combinar uma cor com seu complemento, o resultado seria branco. Por exemplo, as cores complementares de vermelho, verde e azul são cyan, magenta e amarelo, respectivamente.
Cor-chave: Uma cor cuja exibição é suprimida de modo que uma imagem de fundo pode exibir através dela. Mais usadas ao sobrepor uma seqüência de vídeo sobre outra, permitindo que o vídeo por baixo seja exibido sempre
que a cor-chave aparece.
Cores primárias: As cores que são a base para o modelo de cor RGB:
vermelho, verde e azul. Alterando a mistura destas cores é possível criar qualquer outra cor na tela do computador.
DCT: Discrete Cosine Transformation – parte da compressão de dados de imagens JPEG e algoritmos relacionados. A informação de brilho e cor é salva como coeficiente de freqüência.
Decibel (dB): Uma unidade de medida de audibilidade do som. Um aumento de 3dB dobra a audibilidade.
Decodificador de vídeo: Converte informação digital em sinais de vídeo analógico.
Decompor: Um efeito de transição em que o vídeo passa gradualmente de uma cena para a outra.
Digital8: Formato de fita de vídeo digital que grava dados de áudio e vídeo codificado em DV em fitas Hi8. Atualmente vendido apenas pela Sony, as câmeras de vídeo ou os videocassetes Digital8 podem reproduzir
cassetes Hi8 e 8mm.
DirectMedia: Extensão do sistema pela Microsoft para aplicativos multimídia em ambiente Windows.
DirectShow: Extensão do sistema pela Microsoft para aplicativos multimídia em ambiente Windows.
DirectX: Um conjunto de várias extensões do sistema desenvolvidas pela Microsoft para o Windows 95 e seus sucessores para permitir a aceleração de vídeo e jogos.
Disco laser: Mídia que armazena vídeo analógico. A informação em discos laser não pode ser alterada.
DMA: Direct Memory Access.
Driver: Um arquivo que contém informação necessária para operar periféricos. O driver de captura do Studio opera a placa de captura do Studio, por exemplo.
Driver TWAIN: TWAIN é uma interface de software padronizada que permite que a placa gráfica e os programas de captura comuniquem com dispositivos que forneçam dados gráficos. Se o driver TWAIN estiver instalado, a função de captura de um aplicativo gráfico pode ser utilizada para carregar imagens diretamente de sua fonte de vídeo para o programa.
O driver suporta programas de 32 bits e captura imagens no modo de 24 bits.
DV: Formato de fita de vídeo digital para a gravação de áudio e vídeo em fita de metal evaporado de ¼”. As fitas Mini DV suportam até 60 minutos de conteúdo, enquanto que as fitas DV padrão podem suportar até 270 minutos de conteúdo.
E/S: Entrada/Saída.
ECP: “Enhanced Compatible Port”. Permite a transferência de dados bidirecional acelerada através da porta paralela.
Efeito de escadas: Uma exibição incorreta de uma imagem devido às limitações do dispositivo de saída. Normalmente, o efeito de escadas surge na forma de pontas denteadas ao longo de curvas e formas angulares.
Endereço: Todas as posições de armazenamento disponíveis em um computador estão numeradas (endereçadas). Com o auxílio destes endereços, cada posição de armazenamento pode ser ocupada. Alguns endereços estão reservados para o uso exclusivo de componentes de hardware especiais. Se dois componentes de hardware estiverem utilizando o mesmo endereço, a isso se dá o nome de “conflito de endereços”.
Entrelaçado: O método de atualização da tela usado por sistemas de televisão. A imagem de TV em PAL consiste de duas metades de imagem entrelaçadas (campos) de 312½ linhas cada. A imagem de TV em NTSC consiste de duas metades de imagem de 242½ linhas cada. Os campos são exibidos alternadamente para produzir uma imagem mista.
Entrelaçar: Uma disposição de áudio e vídeo para promover uma reprodução mais suave e uma sincronização ou compressão. O formato AVI padrão espaceja igualmente áudio e vídeo.
EPP: “Enhanced Parallel Port”. Permite uma transferência de dados bidirecional acelerada através da porta paralela, é recomendável para o Studio DV. ECP
EPROM: “Erasable Programmable Read-Only Memory”. Chip de memória que, após a programação, armazena seus dados sem abastecimento de energia. Os conteúdos da memória podem ser apagados com luz ultravioleta e ser novamente escritos.
Escalamento: Adaptação de uma imagem a um tamanho desejado.
Executar codificação da extensão (RLE): Uma técnica usada em muitos métodos de compressão de imagem, incluindo JPEG. Os valores que se repetem não são salvos separadamente, mas com um contador para indicar
quantas vezes o valor ocorre seguido – a extensão do “executar”.
Exibir ou omitir para/de preto: Um efeito digital que exibe do preto no início de um clipe ou que desaparece no preto no fim.
Campo: Um quadro de vídeo que consiste de linhas horizontais e está dividido em dois campos. As linhas ímpares no quadro são Campo 1; as linhas pares são Campo 2.
Filtros: Ferramentas que alteram dados para produzir efeitos especiais.
FireWire: Nome de marca da Apple Computer para o protocolo de dados serial IEEE-1394.
Formato de arquivo: A reorganização no âmbito de um arquivo de computador, como uma imagem ou documento do processador de texto. O formato de um arquivo é geralmente indicado pela “extensão do arquivo” (p. ex. doc, avi ou wmf).
Freqüência: O número de repetições em um processo periódico (como uma onda de som ou uma voltagem lternativa) por unidade de tempo.
Normalmente medida em repetições por segundo ou Hertz (Hz).
GOP: Na compressão 􀀉 MPEG, o fluxo de dados é primeiro dividido em “Grupos de imagens” – seções de vários quadros cada. Cada GOP contém três tipos de quadros: quadros I, quadros P (imagens) e quadros B.
GOP fechado: GOP
Gravar preto: O processo de preparar uma fita de vídeo para edição de inserções através da gravação de vídeo preto e uma trilha de controle contínua em toda a fita. Se a unidade de gravação suporta código temporal,
então o código temporal contínuo será gravado em simultâneo (também designado por registro do código temporal ou striping).
HD: Vídeo e alta definição. A maioria dos formatos HD em uso tem uma resolução de 1920x1080 ou 1280x720. Existe uma diferença substancial entre os padrões de 1080 e 720: o formato maior utiliza 2.25 mais pixels
por quadro. Esta diferença aumenta substancialmente os requisitos para processamento de conteúdo 1080 em termos de tempo de codificação, velocidade de decodificação e armazenamento. Os formatos 720 são todos progressivos. O formato 1080 tem uma mistura de tipos de quadros progressivos e entrelaçados. Os computadores e seus monitores são inerentemente progressivos, enquanto que a transmissão televisiva se tem baseado em técnicas e padrões entrelaçados. Para a terminologia HD indicamos a característica progressiva por meio da letra "p" e a característica entrelaçada por meio da letra "i".
HDV: Um formato para a gravação e a reprodução de vídeo de alta definição em uma fita DV ficou conhecido como formato "HDV". Ao invés do codec "DV", HDV usa um sabor a MPEG-2. Há duas variedades de HDV: HDV1 e HDV2. HDV1 oferece uma resolução de 1280x720 com quadros progressivos (720p). O fluxo de transporte MPEG é de 19.7 Mbps/s. HDV2 oferece uma resolução de 1440x1080 com quadros entrelaçados (1080i). O fluxo de transporte MPEG é de 25 Mbps/s.
Hi8: Versão melhorada de Video8 utilizando S-Video gravado em fita de partículas de metal ou de metal evaporado. Devido à superior resolução de luminância e à maior largura de banda, o resultado é imagens
mais definidas que Video8.
HiColor: Para imagens, isso normalmente significa um tipo de dados de 16 bits (5-6-5) que pode conter até 65.536 cores. Os formatos de arquivo TGA suportam imagens deste tipo. Outros formatos de arquivo requerem a
conversão anterior de uma imagem HiColor para TrueColor. Para vídeos, HiColor refere-se normalmente a adaptadores de vídeo de 15 bits (5-5-5) que podem exibir até 32.768 cores.
IDE: “Integrated Device Electronics” – uma interface de disco rígido que combina toda a eletrônica de controle de unidades na própria unidade, no lugar do adaptador conectando a unidade ao barramento de expansão.
IEEE-1394: Desenvolvido pela Apple Computers e introduzido como FireWire, este é um protocolo seria de transmissão de dados serial com taxas até 400 Mbits/s. A Sony oferece uma versão ligeiramente modificada
para transmissão de sinais DV chamada i.LINK, fornecendo velocidades de transmissão até 100 Mbits/s.
Imagem: Uma imagem é a reprodução ou fotografia de algo. O termo é muitas vezes aplicado a fotografias digitalizadas, constituídas por pixels, que podem ser mostradas em um monitor de computador e manipuladas por
software.
Intensidade de cor: Número de bits entregando a informação da cor para cada pixel. Uma intensidade de cor de 1 bit significa 21=2 cores, a de 8 bits fornece 28=256 cores, a de 24 bits significa 16.777.216 =224 cores.
IRQ: “Interrupt Request”. Uma “interrupção” é uma pausa temporária no fluxo principal de processamento de um computador, de modo que podem ser efetuadas tarefas de manutenção ou de fundo. As interrupções podem
ser solicitadas por qualquer hardware (p. ex. teclado, mouse) ou software.
JPEG: Joint Photographic Experts Group, e o padrão desenvolvido por eles para comprimir quadros digitais baseados em DCT.
Kbyte (também KB): Um Kbyte (kilobyte) contém 1024 bytes. O “K representa o número “1024” (210) e não 1000 em um prefixo métrico. Lista de decisão de edição (EDL): Uma lista de clipes e efeitos em uma particular seqüência que será gravada em sua fita de saída, disco ou arquivo.
O Studio permite-lhe criar e editar sua própria lista de decisão de edição, acrescentando, apagando ou reordenando clipes e efeitos na Janela do filme.
LPT: Porta paralela
Luminância: Brilho
M1V: (extensão de arquivo para) um arquivo MPEG que contém somente dados de vídeo. MPA, MPEG, MPG
Marca In / Marca Out: Na edição de vídeo, os tempos de marca in e marca out referem-se aos códigos temporais de início e fim que identificam as partes de clipes a ser incluídas no projeto.
Mbyte (também MB): Um Mbyte (megabyte) corresponde a 1024 Kbytes – 1024 x 1024 bytes.
MCI: Media Control Interface. Interface de programação desenvolvida pela Microsoft para gravação e reprodução de dados de áudio e vídeo.
Também utilizada para conectar um computador a uma fonte de vídeo externa, como um videocassete ou disco laser.
Modelo de cor: Uma forma de descrever e definir matematicamente cores e a forma como elas se relacionam umas com as outras. Cada modelo de cor tem suas próprias características. Os dois modelos mais comuns são RGB e YUV.
Modulação: A codificação de informação em um sinal de portador vazio.
Motion-JPEG (M-JPEG): Um formato de vídeo para Windows, especificado pela Microsoft, para codificação de seqüências de vídeo. A compressão JPEG é usada para comprimir cada quadro individualmente.
MPA: (extensão de arquivo para) um arquivo MPEG file que contém somente dados de áudio. M1V, MPEG, MPG
MPEG: Motion Picture Experts Group, e o padrão desenvolvido por eles para a compressão de imagens em movimento. Comparado com M-JPEG, oferece redução de dados de 75-80% com a mesma qualidade visual.
MPG: (extensão de arquivo para) um arquivo MPEG que contém dados de vídeo e áudio. M1V, MPEG, MPA
MPV: (extensão de arquivo para) um arquivo MPEG que contém somente dados de vídeo. MPA, MPEG, MPG
Não-entrelaçado: Descreve um método de atualização de imagens em que uma imagem completa é gerada como um único quadro sem saltar linhas.
Uma imagem não-entrelaçada (maioria do monitores de computador) oscila muito menos do que uma imagem entrelaçada (maioria das TVs).
NTSC: National Television Standards Committee, e o padrão de TV a cores criado por este grupo em 1953. Vídeo NTSC utiliza 525 linhas por quadro e 60 campos de imagem por segundo. É utilizado na América do Norte e Central, no Japão e em outros países. PAL, SECAM PAL: “Phase Alternation Line”, um padrão de TV a cores desenvolvido na Alemanha e utilizado em toda a Europa. Vídeo PAL tem 625 linhas por quadro e 50 campos de imagem por segundo.
Pixel: O mais pequeno elemento de uma imagem no monitor. A palavra é uma abreviatura de “picture element”.
Pontilhamento: Aumento do número de cores aparentes em uma imagem através da aplicação de padrões de cor.
Porta: Ponto de transferência elétrica para a transmissão de dados de áudio, vídeo, controle ou outros entre dois dispositivos.
Porta serial, Portaparalela
Porta COM: Uma porta serial situada na parte de trás de seu computador para conectar um modem, um plotter, uma impressora ou um mouse ao sistema.
Porta paralela: Os dados da porta paralela são transmitidos via linha de dados de 8 bits. Isto significa que oito bits (um byte) podem ser transmitidos de uma só vez. Este tipo de transmissão é muito mais rápido do que a transmissão serial, mas não é apropriado para conexões de longa distância. As portas paralelas são muitas vezes chamadas “LPTn”, onde n é um número (p. ex. “LPT1”).
Porta serial: Os dados transmitidos através de uma porta serial são processados um bit de cada vez,; isto é, “serialmente” – um após o outro.
A taxa de transmissão é muito mais lenta do que a de uma porta paralela, onde as linhas de dados paralelos permitem a transmissão simultânea de múltiplos bits. As portas seriais são chamadas “COMn”, onde n é um
número (p. ex. “COM2”).
QSIF: Quarter Standard Image Format. Um formato MPEG-1 especificando uma resolução de 176 x 144 em PAL e 176 x 120 em NTSC.
Quadro: Uma única imagem em uma seqüência de vídeo ou animação. Se utilizar a resolução total NTSC ou PAL, um quadro é composto por dois campos entrelaçados.
Quadro individual: Um quadro individual faz parte de uma série ou seqüência. Quando esta série é visualizada a velocidade suficiente, é criada a ilusão de uma “imagem em movimento”.
Quadros-chave: Em alguns métodos de compressão, tais como MPEG, os dados de vídeo de determinados quadros – os quadros-chave – são armazenados completamente no arquivo comprimido, enquanto que quaisquer quadros intervenientes são salvos apenas parcialmente. Na descompressão, estes quadros parciais reconstroem seus dados a partir de quadros-chave.
Quantização: Uma parte da estratégia de compressão de dados de imagem JPEG. Os detalhes relevantes são representados de forma precisa, enquanto os detalhes que são menos relevantes para o olho humano são
representados com menos precisão.
Rastro: A área de um monitor de vídeo que é coberta varrendo o feixe de eletrônicos do monitor em uma série de linhas horizontais do canto superior esquerdo ao inferior direito (da perspectiva do espectador).
Redundância: Esta característica das imagens é explorada por algoritmos de compressão. A informação supérflua pode ser eliminada durante a compressão e restaurada sem perda durante a descompressão.
Resolução: O número de pixels que podem ser exibidos no monitor na horizontal e na vertical. Quanto mais elevada for a resolução, mais detalhes podem ser exibidos.
RGB: Red, Green and Blue (vermelho, verde e azul): as cores primárias na mistura de cores adicional. RGB designa o método utilizado na tecnologia de computadores para codificar a informação da imagem em pixels, cada
contendo alguma combinação das três primárias.
ROM: Read Only Memory: Armazenamento na memória que, tendo sido formatado uma vez, conserva seus dados sem necessitar de energia elétrica.
Saturação da cor: Intensidade de uma cor.
SCSI: Small Computers System Interface. SCSI foi preferido durante muito tempo como a interface do disco rígido para PCs de elevado desempenho por causa de sua elevada taxa de dados. Podem ser conectados até oito dispositivos SCSI a um computador ao mesmo tempo.
SECAM: “Séquentiel Couleur à Mémoire”, um sistema de transmissão de TV a cores usado em França e na Europa de Leste. Tal como o PAL, o vídeo SECAM tem 625 linhas por quadro e 50 campos de imagem por segundo.
SIF: Standard Image Format. Um formato MPEG-1 especificando uma resolução de 352 x 288 em PAL e 352 x 240 em NTSC.
S-VHS: Versão melhorada de VHS usando S-Video e fita de partículas de metal para proporcionar uma resolução de luminância mais elevada, resultando em imagens mais definidas que VHS.
S-Video: Com sinais S-Video (Y/C), a informação de brilho (luminância ou “Y”) e cor (crominância ou “C”) é transferida separadamente utilizando fios múltiplos, evitando modular e desmodular o vídeo e a perda resultante
de qualidade da imagem.
Tamanho do GOP: O tamanho do GOP define quantos quadros I, B ou P (imagens) estão incluídos em um 􀀉 GOP. Os tamanhos de GOP atuais são, por exemplo, 9 ou 12.
Tamanho dos quadros: O tamanho máximo para exibição de dados de imagem em uma seqüência de vídeo ou animação. Se a imagem pretendida para a seqüência for maior que o tamanho dos quadros, ela deve ser selecionada ou escalada para caber.
Taxa de dados: A quantidade de dados transmitida por unidade de tempo, por exemplo o número de bytes lidos a partir de ou gravados em uma unidade de disco rígida por segundo, ou a quantidade de dados de vídeo processados por segundo.
Taxa de transferência de dados: A medida da velocidade a que a informação passa entre meios de armazenamento, (ex. CD-ROM ou disco rígido), e o dispositivo de exibição, (ex. monitor ou MCI).
Dependendo dos dispositivos utilizados, algumas transferências de dados podem oferecer um melhor desempenho que outras.
Taxa de leitura de vídeo: Freqüência com que o sinal de vídeo é lido para o monitor de imagem. Quanto mais elevada for a taxa de leitura de vídeo, mais elevada é a qualidade da imagem e menos se notará o tremer.
Taxa de quadros: A taxa de quadros define quantos quadros de uma seqüência de vídeo são reproduzidos em um segundo. A taxa de quadros para vídeo NTSC é de 30 quadros por segundo. A taxa de quadros para vídeo PAL é de 25 quadros por segundo.
Taxa de definição: A relação de largura com altura em uma imagem ou desenho. Manter a taxa de definição fixa significa que qualquer alteração em um valor reflete-se imediatamente no outro.
Transição: A conexão visual entre clipes de vídeo adjacentes, desde um simples “corte” até um vistoso efeito de animado. As transições comuns como cortes, fades, decomposições, limpezas e empurrões fazem parte da linguagem visual do filme e vídeo. Elas podem fornecer passagens de tempo e alterações de ponto de vista de forma concisa – e muitas vezes subliminal.
TrueColor: O nome indica uma imagem com resolução de cor suficiente para aparecer “verdadeira”. Na prática, TrueColor se refere normalmente a cor
RGB de 24 bits, o que permite cerca de 16.7 milhões de combinações das cores primárias vermelho, verde e azul.
VCR: “Video cassette recorder”.
VHS: “Video Home System” – Padrão popular de vídeo para videocassetes caseiros. A fita ½" é utilizada para armazenar sinais “compostos” incorporando informação de brilho e cor.
Vídeo composto: Vídeo composto codifica a informação de luminância e crominância em um sinal. VHS e 8mm são formatos que gravam e reproduzem vídeo composto.
Vídeo digital: Vídeo digital armazena informação bit a bit em um arquivo (ao contrário de meios de armazenamento analógicos).
Vídeo fixo: Imagens fixas (ou “quadros congelados”) extraídas do vídeo.
Vídeo para Windows: Uma extensão do sistema Microsoft Windows que pode gravar seqüências de vídeo digital em arquivos no disco rígido e depois reproduzi-las.
Video8: Sistema de vídeo analógico usando fita 8mm. Os gravadores Video8 geram sinais compostos.
VISCA: Protocolo utilizado com certos dispositivos para controlar fontes externas de vídeo a partir de computadores.
WAV: (Extensão de arquivo para) um popular formato de arquivo para sinais de áudio digitalizado.
Y/C: Y/C é um sinal de cor constituído por dois componentes: informação de brilho (Y) e informação de cor (C).
YUV: O modelo de cores de um sinal de vídeo onde Y fornece a informação de brilho e U e V a informação de cor.